beforeContent_c1:

Mundo cripto

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo das criptomoedas, por Iago Orben e Rodrigo Panuzzio.

Reorganização de blocos desvaloriza Ethereum e Bitcoin se mantém estável

Bitcoin continua dentro da região dos US$ 30.000 e US$ 28.000 e cai 2,8% na semana. A cotação máxima atingida foi de US$ 30.589 e a miníma de US$ 28.291, e a capitalização do mercado de criptoativos encerrou a semana em US$ 1.2T.

 

Gráfico do Bitcoin entre 23/05 e 29/05:

O BTC deve se manter nesse canal da mesma forma que estava se mantendo entre US$ 45.000 e US$ 38.000 até que algum evento externo ocorra mudando a direção do ativo, da mesma forma. Ralis de alta e de baixa devem acontecer no curto prazo – o que não é surpresa para ninguém  - enquanto no longo prazo os fundamentos seguem inalterados, e a tese do bitcoin ser o ouro digital, até o momento, continua crescendo. Para quem buscar diversificar a carteira, e acredita na tese para o longo prazo, essa pode ser uma janela muito boa para iniciar os aportes em BTC, lembrando que para minimizar a volatilidade do ativo, é interessante que os aportes sejam frequentes, e não apenas alocar todo o recurso disponível de uma única vez.

 

O Ethereum encerou a semana com uma desvalorização de 11,3% após Beacon Chain passar por uma reorganização de blocos. Durante a semana o ETH atingiu a cotação máxima de US$ 2.080 e a miníma de US$ 1.722.

 

Gráfico do Ethereum entre 23/05 e 29/05:

Beacon chain da Ethereum passa por reorganização de 7 blocos.

 

A Beacon Chain, rede que permite o staking e valida as transações no modelo de consenso de proof-of-stake na rede da Ethereum, passou por uma reorganização na sua rede entre os blocos 3.887.074 e 3.887.081. O termo reorganizar, ou apenas reorg, significa que esses blocos foram removidos da cadeia canônica da blockchain devido a competição com outros blocos que venceram a disputa para serem validados. Esse tipo de evento pode ocorrer pelo ataque de um minerador mal-intencionado que tenta forçar a criação de um bloco na blockchain, ou por um erro de software. Esse evento ocasiona uma bifurcação na rede, podendo também criar blocos duplicados, e por esse motivo os blocos precisam ser removidos para que a rede entre em consenso.

                                          

Beacon Scan

Desenvolvedores do Ethereum informaram que provavelmente esse não foi um problema fundamental, ou um erro de segurança, mas sim uma divergência entre a versão dos softwares dos validadores. A grande maioria dos validadores baixam o software de mineração através de um software de terceiro, assim toda nova atualização que sai na rede é atualizada automaticamente no seu setup de validação, tirando a necessidade de atualizar seu software manualmente toda vez que uma nova atualização é lançada. Nesse caso ocorreu uma divergência de prioridade na criação de um novo bloco entre os validadores com o software atualizado, e os validadores com o software desatualizados criando um fork na rede, uma bifurcação, da seguinte forma:

Esse evento não ocasionou nenhum dano na rede, e também nenhum dano financeiro para as pessoas que realizaram transações dentro dos blocos excluídos da rede, apenas o inconveniente de ter que refazer as transações.

 

Os desenvolvedores do Ethereum tem expectativas de realizar o The Merge em agosto caso tudo ocorra dentro do planejado, e a realização da transição não possua nenhum risco de dano a rede aparente.

afterContent:
comments:
Widget: 62: