beforeContent_c1:

Primeiros Passos

Descomplicando o mundo dos investimentos, para melhorar sua educação financeira

Descubra qual é o seu perfil de investidor

Invista agora, com o Monitor Investimentos. Clique aqui e saiba mais!

blog investimentos tipo de investidor piqsels

O brasileiro entrou de cabeça no mundo dos investimentos. Só entre 2018 e 2020, o número de investidores na Bolsa de Valores foi de 815 mil para 3,2 milhões. 

“Ações”, “CDBs” e “dividendos” são termos cada vez mais comuns nas rodas de conversa, mas antes de colocar seu dinheiro em qualquer produto financeiro é preciso entender que tipo de investidor é você. 

Isso é um ponto essencial, pois além de ser muito importante entender os riscos envolvidos em cada tipo de investimento, é preciso deixar claro quais tipos de risco você pode e quer correr.

Existem três tipos básicos de investidores: o conservador, o moderado e o arrojado (também chamado de agressivo). 

Existe uma série de questionários para descobrir em qual tipo de perfil você se enquadra, que, ao fim, buscam definir a resposta para: o quanto você quer e gosta de arriscar? 

É natural que o investidor mude de perfil ao longo do tempo, conforme suas possibilidades e necessidades daquele momento. 

Veja em qual perfil de investidor você se encaixa:

Conservador

Se você não gosta de arriscar e nem está disposto a perder o seu dinheiro, seu perfil de investidor é “conservador”. 

O investidor conservador não está disposto a correr grandes riscos e, por isso, prefere investir naquilo que trará um retorno mais certo, ainda que seja menor. 

Na hora de escolher onde aplicar o dinheiro, o conservador busca investimentos com mais certezas em relação a prazos e retornos. Nessa caça por aplicações com mais previsibilidade e segurança, é natural que enxerguem com bons olhos os títulos públicos. 

Normalmente, é com um perfil conservador de investimentos que se começa no mundo das aplicações. A ideia é começar a aplicar seu dinheiro correndo os menores riscos possíveis, entendendo a lógica e dinâmica de investir. 

Conforme a pessoa vai aprendendo e dominando o mercado, pode se sentir mais confortável para testar diferentes produtos, em busca de retornos maiores. 

Passa, então, a se identificar como investidor moderado ou mesmo arrojado. 

Moderado

O investidor moderado é um pouco mais ousado que o conservador, mas ainda tem alguns receios. 

O perfil moderado aceita assumir alguns riscos a mais, porém sem expor uma fatia considerável do seu dinheiro a perdas. Muitas vezes o que motiva este perfil é a busca por uma rentabilidade um pouco maior, mas sem se descuidar dos riscos. 

Quem tem este perfil costuma aceitar pequenas perdas no curto prazo que serão revertidas/compensadas no médio e longo prazo. 

O investidor moderado geralmente busca um equilíbrio em seus investimentos mesclando títulos de renda fixa com investimentos em renda variável de menor risco, como fundos de investimento. 

Assim como o conservador, os moderados têm metas de ganhos no médio e longo prazo, porém enquanto os primeiros sentem maior necessidade de liquidez nos seus investimentos, os moderados já se permitem abrir mão de parte da liquidez por retornos maiores. 

Arrojado (ou agressivo) 

O terceiro tipo de investidor, você já deve imaginar, está sempre buscando as maiores rentabilidades para seus investimentos. Para isso, aceita correr riscos mais elevados. 

O objetivo é multiplicar o seu patrimônio, mesmo que isso signifique alguns sacrifícios, como perdas pelo caminho. 

Em geral, estratégias mais agressivas miram ganhos no curto prazo, devido à alta velocidade que o mercado se movimenta. E isso envolve mudar de foco com constância, já que pode não ser seguro para o seu dinheiro ficar muito tempo em uma única estratégia agressiva. 

Este perfil vai buscar investir nos mais diferentes produtos que o mercado oferece, procurando oportunidades de rentabilizar o seu dinheiro seja através de ações, mercados futuros, opções e os diversos instrumentos de renda variável que existem.

O investidor com este tipo de perfil se joga de cabeça em suas aplicações, sendo importante, assim que tenha mais conhecimento e experiência no mercado. Entrar em uma estratégia agressiva sem o preparo necessário é uma receita perfeita para perder dinheiro. 

Um bom investidor arrojado sabe o que ele está fazendo e o risco que está correndo e por isso não tem medo de aplicar o seu dinheiro. 

A agressividade desse tipo de investidor não tem, nem deve ter, nada a ver com irresponsabilidade ou apostas a esmo. São estratégias que devem ser definidas com base em estudo e conhecimento do terreno onde se está pisando. 

afterContent:
comments:
Widget: 62: