beforeContent_c1:

Primeiros Passos

Descomplicando o mundo dos investimentos, para melhorar sua educação financeira

Quais são os principais índices do mercado financeiro?

mercado financeiro indices imagem destaque piqsels
Piqsels.com

Antes de fazer qualquer aplicação financeira, é importante entender a movimentação do mercado como um todo. E os atalhos para isso, no mercado de ações e fundos, são os chamados índices.

São eles que vão mostrar se a aplicação que você fez está rendendo mais ou menos do que o mercado em que está inserida.

Ibovespa; IBRX; IMA-B; IHFA; IFIX... Uma sopa de letrinhas que esconde um tesouro: referência e visão ampla para entender seus investimentos.

O Monitor do Mercado vai te explicar o que são os principais índices do mercado financeiro:

1. IBOVESPA

O Ibovespa é o principal indicador das cotações do mercado acionário brasileiro.
Ele é recalculado a cada quatro meses e reúne as ações mais negociadas no Brasil, que devem ter presença em pelo menos 95% pregões do ano e movimentar pelo menos 0,1% do volume negociado no período. Atualmente, 81 ações constam do Ibovespa.

2. IFIX

O IFIX reflete o desempenho médio das cotações dos fundos imobiliários negociados no Brasil. 

O índice foi lançado em 2012 pela B3 e mostra não apenas as variações dos preços das cotas dos fundos imobiliários, mas também leva em conta os dividendos distribuídos ao longo do tempo. 

Assim como o Ibovespa, o IFIX é recalculado de quatro em quatro meses e conta com 120 fundos de maior liquidez do mercado, que são negociados em pelo menos 63% dos pregões do ano.

3. IDIV

O IDIV indica a média da variação dos ativos que se destacam em termos de pagamentos de dividendos aos investidores. 

A carteira desse índice sofre alterações de quatro em quatro meses e é composta por papéis que distribuíram os melhores dividendos de forma recorrente nos últimos 12 meses. 

4. IFNC

O IFNC marca as ações do mercado financeiro, serviços financeiros diversos, previdência e seguros. Para compor esse índice, o ativo deve estar entre os 99% mais negociados no período de vigência das carteiras citadas anteriormente e os papéis também devem ter presença em 95% dos pregões do último ano. 

O índice calcula a carteira de ativos de quatro em quatro meses.

5. IHFA

O Índice de Hedge Funds ANBIMA (IHFA) funciona como um termômetro dos fundos multimercado e é composto, atualmente, por 216 fundos e é rebalanceado trimestralmente, ou seja, de três em três meses. 

Para definir a composição da carteira, a ANBIMA pega todos os fundos que se classificam como multimercados e exclui alguns como: fundos exclusivos, fundos que não cobram taxa de performance, fundos como condomínios fechados, fundos com menos de um ano de registro etc.

6. IBRX-100 e IBRX-50

Esses índices pegam as 50 maiores empresas negociadas na Bolsa, lembrando que o Ibovespa é por liquidez, que dá 80% do volume, e o IBRX é pelo valor da ação. 

O IBRX leva em consideração o valor de mercado da empresa para calcular o seu peso. Por exemplo: se uma empresa listada passar por problemas e os investidores começarem a se desfazer dos papéis, essa empresa ganha mais peso no Ibovespa, enquanto no IBRX isso não acontece. 

7. IMA

Existem vários índices IMA (sigla para Índice de Mercado Anbima), que servem como referência para investimentos em renda fixa. Cada um é atrelado a um tipo de título público. (Clique aqui para conhecer todos)

  • O IMA-Geral é formado por todos os títulos que compõem a dívida pública. 
  • O IMA-B mede os títulos ligados ao Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).
  • O IMA-S mede os títulos que seguem a taxa Selic

8. IRF-M

O Índice de Renda Fixa do Mercado (IRF-M) mede o desempenho dos títulos do mercado de renda fixa e influencia não só os interesses daqueles com títulos de renda fixa pré-fixados, mas de todo o mercado. 

A composição desse índice considera o rendimento de dois títulos públicos federais: as Letras do Tesouro Nacional – LTNs e as Notas do Tesouro Nacional série F (NTN-F) e, como esses dois títulos servem de base para todo o mercado de renda fixa, pode-se considerar que o IRF-M mostra, mesmo que indiretamente, o desempenho de aplicações pré-fixadas.

afterContent:
comments:
Widget: 62: