beforeContent_c1:

Profissão: Assessor

Carlos Jordaky é relationship manager na Wise AAI|BTG Pactual, com carreira construída em bancos de investimento e corretoras internacionais.

Ser assessor de investimentos vai muito além da prova da Ancord

Engana-se quem acredita que o certificado da Ancord transforma uma pessoa em assessor de investimentos, carreira tida como uma das mais promissoras da atualidade.

O pouco conhecimento da área de investimentos vem tomando uma proporção crescente entre os jovens aspirantes a assessores, devido à grande disseminação de informação através das mídias sociais, criando uma massa de interessados por cursos e estratégias para alcançar a tão sonhada captação de clientes de um assessor qualificado.

O ponto crucial é que, depois dessa primeira fase, vem o desenvolvimento, o entendimento de produtos, a variedade de áreas e um universo que muitos passam anos estudando para serem bons profissionais.

Não basta ler Nassim Taleb ou outros gurus do mercado para se tornar assessor. É preciso ter um perfil aberto para criar bons relacionamentos e buscar conhecimento. Nesse novo cenário profissional, precisamos ter a diversificação do aprendizado, além de acompanhar uma visão macro da economia.

Uma das orientações mais comuns para aqueles que desejam uma transição de carreira para a área financeira é fazer uma espécie de “lista de casamento”, reunindo potenciais clientes. Isso é um exercício básico para entender seu meio social. Esse método cria uma abertura de conhecimento sobre quem é você, qual sua posição no seu círculo de convívio, seja como médico, engenheiro ou cozinheiro.

A partir dessa lista, você cria uma visão mais ampla de relacionamentos com quem pode iniciar um processo de aproximação direcionada a um planejamento financeiro específico. É o primeiro passo para entender seu potencial como assessor.

Não é raro encontrar, infelizmente, assessores que focam 100% do seu tempo no desenvolvimento comercial, mas não cultivam o hábito de buscar ampliar seus horizontes, através da literatura, do cinema ou de outras áreas de conhecimento.

Para um assessor iniciante, ler as cartas mensais de gestores de fundos já é um ótimo começo, para aprender e conseguir argumentos para conversar com seus clientes mais qualificados ao debate econômico.

O hábito de aprendizado precisa mais do que nunca ser um dever para o assessor que quer alcançar uma boa performance. A certificação não é um diferencial. Trata-se apenas do primeiro passo para uma nova fase de vida.

Carlos Jordaky , Relationship Manager – Wise AAI

afterContent:
comments:
Widget: 62: