ONU: Guterres diz que não pode barras chefes de Estado não vacinados

Invista agora, com o Monitor Investimentos. Clique aqui e saiba mais!


São Paulo, 17 de setembro de 2021 - O secretário-geral da Organização
das Nações Unidas (ONU), Antonio Guterres, disse que sob nenhuma
circunstância pode negar a entrada de líderes mundiais no Salão da Assembleia
Geral da ONU se eles não tiverem prova de vacinação contra a covid-19. As
informações são da agência de notícias "Sputnik".

Na quarta-feira, a cidade de Nova York exigiu que todos os delegados que
comparecessem ao evento de alto nível na próxima semana apresentassem
comprovante de vacinação para ter acesso ao Hall. Seguindo a ordem, o
representante russo Vassily Nebenzia convocou uma reunião de emergência da
Assembleia Geral da ONU para tratar do que ele chamou de uma medida "claramente
discriminatória".

"Eu também disse muito claramente que não há como dizer ao chefe de
estado que vem à ONU que, se não for vacinado, não poderá entrar", disse
Guterres. "Eu não tenho autoridade para dizer a um chefe de estado que eles
não podem entrar na ONU se não forem vacinados".

Guterres apelou a todos os delegados que vieram participar da semana de alto
nível para serem vacinados quando possível.

"Faço um apelo a todos para que se vacinem
saúde deles e também para as comunidades a que pertencem e para a Assembleia
Geral", disse.

Julio Viana / Agência CMA

Copyright 2021 - Grupo CMA

Widget: 15:

Receba nosso boletim