ARGENTINA: Guzmán busca apoio do Tesouro dos EUA por acordo com FMI

Invista agora, com o Monitor Investimentos. Clique aqui e saiba mais!


Buenos Aires, 14 de outubro de 2021 - O ministro da Economia da Argentina,
Martín Guzmán, confirmou que teve uma reunião com autoridades do Tesouro de
Estados Unidos avançam negociações com o Fundo Monetário Internacional (FMI)
e porque o país norte-americano é o principal acionista da organização
multilateral.

Guzmán explicou que para "tranquilizar a economia" é preciso falar com
cada um dos acionistas que vão votar sobre a proposta de refinanciamento do
governo argentino. "O que estamos buscando é refinanciar a dívida para que
não falte dólar. Quando faltam dólares, há mais inflação e menos atividade
e emprego", afirmou.

O ministro argentino também se reuniu com seu par alemão e vice-chanceler,
Olaf Scholz, em busca de gerar apoio internacional para reduzir sobretaxas de
dívida com o FMI e criar um fundo de financiamento da dívida global. Eles
conversaram sobre os desafios da nova arquitetura econômica global e
investimentos de empresas alemãs na Argentina.

A reunião ocorreu no âmbito do conselho de ministros das Finanças e
presidentes de bancos centrais do G-20 (grupo que reúne economias mais
industrializadas e países emergentes).

Por fim, Guzmán, teve reuniões com seus pares da Rússia, India, Suíça,
Coreia do Sul, Arábia Saudita e Barbados em sua busca por maior apoio
internacional para refinanciar a dívida externa do país com o FMI (FMI) e um
fundo para a redistribuição dos Direitos Especiais de Saque para ajudar os
países de renda média.

Guzmán estava acompanhado pelo diretor do Cone Sul perante o FMI, Sergio
Chodos, e o chefe da Unidade de Assuntos Internacionais, Maia Colodenco. Nas
reuniões, também foi discutida a nova arquitetura financeira internacional
após a pandemia covid-19.

A Argentina está negociando um novo plano para pagar US$ 45 bilhões de
dívidas ao FMI contraídas em 2018.

Horacio Vera / Agencia CMA Latam

Tradução: Cristiana Euclydes

Cristiana Euclydes / Agência CMA

Copyright 2021 - Grupo CMA

Widget: 15:

Receba nosso boletim