CÂMBIO: IPCA-15 dentro das expectativas e conjuntura global fortalecem real

Invista agora, com o Monitor Investimentos. Clique aqui e saiba mais!


São Paulo, 25 de novembro de 2021 - O dólar abriu a sessão em queda.
Seguindo um movimento global de queda, a moeda estadunidense perde força. No
âmbito interno, a alta do Indice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo -15
(IPCA-15) - 1,17% em novembro ante outubro - ficou dentro das estimativas e não
teve impacto significativo no câmbio.

Por volta das 9h48 (horário de Brasília), o dólar comercial caía 0,33%,
cotado a R$ 5,5760 para venda. No mercado futuro, o contrato da moeda
norte-americana com vencimento em dezembro de 2021 recuava 0,55%, cotado a R$
5.582,00.

De acordo com a equipe de analistas da Ouro Preto, "aparentemente o dólar
está seguindo o movimento global (index caindo cerca de 0,20%)".

"Apesar dos dados de inflação medido pelo IPCA-15 não tenham sido bons,
o mercado não ficou estressado porque veio levemente acima das
expectativas", pontua a Ouro Preto.

Embora os dados sejam ruins, a Ouro Preto acredita que isso pode impactar o
aumento da Selic (taxa básica de juros), a ser divulgado em dezembro: "O
mercado estava monitorando isso de perto porque pode ser um sinalizador do que o
Comitê de Política Monetária (Copom) pode fazer na próxima reunião",
projeta.

Paulo Holland / Agência CMA

Copyright 2021 - Grupo CMA

Widget: 15:

Receba nosso boletim