CÂMBIO: Embalado por China e varejo doméstico, real vira e fecha em alta

Invista agora, com o Monitor Investimentos. Clique aqui e saiba mais!


São Paulo, 14 de janeiro de 2022 - O dólar fechou em R$ 5,5130, com
queda de 0,28%. A moeda norte-americana subiu durante grande parte da sessão,
mas ao longo da tarde perdeu a força e acabou virando. Isso se deve ao aumento
de fluxo de estrangeiro, com o aporte de investidores na bolsa, e ao bom
desempenho da balança comercial chinesa.

Para o economista da Guide Investimentos, Victor Beyruti, "no Brasil,
tivemos um início de dia descolado dos pares emergentes, mas o bom desempenho
do varejo brasileiro e da China fez com que o real acompanhasse seus pares".

De acordo com a equipe da Ouro Preto Investimentos, "o dólar está se
apreciando contra a maioria das moedas, inclusive no DXY (cesta de moedas de
economias desenvolvidas). O aumento dos juros nos Estados Unidos, que é
consenso que deve ocorrer já em março, faz com que o investidor busque um
mercado mais seguro".

"Aos poucos o mercado vai absorvendo o discurso mais hawkish (duro,
favoráveis ao aumento dos juros) do Federal Reserve (Fed, o banco central
norte-americano), assim como a diminuição da compra de ativos, injetando menos
liquidez na economia", pontua a Ouro Preto.

Para o economista-chefe do Banco Mizuho, "o comportamento da moeda foi
surpreendente, já que os membros do Federal Reserve (Fed, o banco central
norte-americano) deram discursos bastante hawkish, dando a entender que poderia
haver até quatro elevações, e não três como previsto inicialmente".

Rostagno acredita que o movimento de hoje, embora contraste com os
indicadores ruins dos Estados Unidos, é de ajuste técnico: "Ainda assim o
real está valorizado na semana", observa.

Na opinião da economista-chefe do Banco Ouro, Fernanda Consorte, "vamos
ter um dia de mercado atento à discussão do aumento aos servidores públicos,
no Brasil, além da piora nos números da pandemia e como isso pode afetar a
atividade econômica".

Paulo Holland / Agência CMA

Copyright 2022 - Grupo CMA

Widget: 15:

Receba nosso boletim