MERCADO AGORA: Veja um sumário do comportamento dos negócios até o momento

Invista agora, com o Monitor Investimentos. Clique aqui e saiba mais!


São Paulo, 28 de janeiro de 2022 - As taxas dos contratos futuros de
Depósitos Interfinanceiros (DI) operam em queda nesta sexta-feira (28), com
boas notícias vindas do IGP-M e do PNAD.

O IGP-M avançou 1,82% em janeiro, após avanço de 0,87% no mês anterior,
abaixo da mediana do mercado de 2,02% e 17,14%.

Apesar da aceleração mensal, o resultado em 12 meses não é tão ruim.
Quem explica é Fernanda Mansano, economista-chefe do TC:

"Apesar do avanço do IGP-M em janeiro, no acumulado de 12 meses temos
+16,91%, frente a janeiro de 2021, quando acumulava alta de 25,71%", diz. "O
que chama atenção é o subgrupo bens de investimento, cuja taxa passou de
0,78% para 2,07% em janeiro, indício positivo pra a economia", completa.

O dólar virou e opera em queda. Após tímida tentativa de recuperação
pela manhã, a moeda volta a cair, refletindo os resultados do Indice Geral de
Preços - Mercado (IGP-M), que subiu 1,82% em janeiro, da taxa de ocupação,
que no trimestre móvel encerrado em novembro foi a 11,6% e, principalmente, o
fluxo positivo na bolsa.

De acordo com o analista de risco da Ajax Capital, Rafael Passos, "o IGP-M
e a taxa de ocupação contribuíram positivamente nesta manhã". Passos
destaca o fluxo positivo na bolsa brasileira: "O tom mais hawkish (austero) do
Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), no primeiro momento, é
bom para os emergentes, e valoriza o real. o Brasil vai se favorecendo com a
alta das commodities. Estamos trabalhando em um cenário com diminuição de
liquidez.", avalia.

Veja como estava o mercado por volta das 13h30 (de Brasília):

IBOVESPA: 112.088 pontos (+1,33%)

DÓLAR À VISTA: R$ 5,3920 (-0,57%)

DI JAN 2023: 12,165 (-0,57%)

DI JAN 2024: 11,645 (-1,18%)

Pedro de Carvalho / Agência CMA

Copyright 2022 - Grupo CMA

Widget: 15:

Receba nosso boletim