beforeContent_c1:
Widget: 37:

EUA: Economia está no caminho de recuperação, diz Yellen (amplia)

Invista agora, com o Monitor Investimentos. Clique aqui e saiba mais!


Acrescenta informações a partir do quarto parágrafo.

São Paulo, 7 de maio de 2021 - A economia norte-americana está no caminho
da recuperação, mas de forma instável, e ainda há um longo caminho a
percorrer para deixar para trás os efeitos da crise provocada pela pandemia do
novo coronavírus, disse a secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet
Yellen.

"A economia está no caminho certo da recuperação, mas ainda levará
tempo para que essa recuperação esteja completa", disse Yellen, em coletiva
na Casa Branca.

As declarações acontecem após a divulgação do relatório de emprego de
abril, que mostrou que a economia dos Estados Unidos criou 26 mil empregos, bem
abaixo dos 1,05 milhão de vagas esperada pelos economistas consultados pela
Agência CMA, e abaixo do dado revisado de março de 770 mil postos de trabalho.
Já a taxa de desemprego subiu de 6,0% para 6,1% ante projeção de recuo para
5,8%.

Segundo Yellen, os dados podem ser instáveis de um mês para outro por uma
variedade de fatores, e há muitas revisões nos meses. Ela destacou que dois
dias antes, o relatório publicado pela Automatic Data Processing (ADP) e pela
Macroeconomic Advisers havia sugerido mais de 700 mil vagas criadas, enquanto os
pedidos de seguro-desemprego caíram.

"Eu teria teria apostado num numero maior" de vagas criadas em abril,
disse ela, ressaltando que acompanha dados há muito tempo para saber que eles
são voláteis. "Não devemos pegar os dados de um mês como uma tendência",
disse.

Para ela, os dados de emprego de abril representam progresso contínuo.
"Acredito que alcançaremos pleno emprego no próximo ano, mas os número de
hoje mostram que não terminamos ainda".

Yellen disse ainda que os cheques de estímulos enviados pelo governo vão
impulsionar os gastos ainda mais nos próximos meses, depois de um progresso
robusto no primeiro trimestre. Já o setor de serviços começou a acelerar dos
níveis baixos anteriores, com o maior sucesso com vacinações contra covid-19
e a maior abertura da economia, levando pessoas a voltarem a comer fora e
viajar, por exemplo.

"Espero ver progressos contínuos na economia, provavelmente instáveis",
disse Yellen, acrescentando que ainda há um "grande buraco" nos empregos,
considerando onde os números estava antes da pandemia de covid-19. "Vamos
bater de volta, mas levará algum tempo".

Cristiana Euclydes e Carolina Gama / Agência CMA

Copyright 2021 - Grupo CMA

content:
afterContent:
sidebar:
Widget: 38:
Widget: 15:

Receba nosso boletim

Widget: 104: