beforeContent_c1:
Widget: 37:

IBOVESPA: Bolsa fecha com alta expressiva e supera os 122 mil pontos

Invista agora, com o Monitor Investimentos. Clique aqui e saiba mais!


São Paulo, 7 de maio de 2021 - A Bolsa operou todo o dia em muito bom
humor. Perto do fechamento engatou uma alta expressiva e fechou os negócios com
ganho de 1,76%, superando os 122 mil pontos, aos 122.038,11 pontos. A mínima
do dia foi 119.921,69 pontos.

A valorização do Ibovespa é atribuída aos dados de emprego dos Estados
Unidos, payroll, ter ficado abaixo das previsões, o que mostra que o Federal
Reserve (Fed, banco central norte americano) não vai mexer na política
monetária, o resultado das vendas no varejo brasileiro ter saído melhor que o
esperado e o resultado forte de algumas empresas, como B3 (B3SA3)-um dos papéis
mais negociados na Bolsa- e Banco do Brasil (BBAS3) patrocinando a alta das
ações.

Para Bruno Komura, estrategista de renda variável da Ouro Preto
Investimentos, "o payroll foi interpretado com bons olhos pelo mercado porque
afasta a perspectiva de um aumento de inflação e do Fed elevar os juros",
comenta.

O relatório de emprego dos Estados Unidos, divulgado esta manhã mostrou
que foram criados em abril 266 mil postos de trabalhos e a taxa de desemprego
aumentou para 6,1%, de 6,0% em março. O número de vagas de emprego ficou
abaixo da expectativa do mercado, que espera a criação de 1,05 milhão. A taxa
de desemprego veio acima das estimativas dos analistas, de 5,8%.

O analista completa que as vendas do varejo divulgadas pela manhã pelo
Instituto de Geografia e Estatística (IBGE) [retração de 0,60% em março ante
fevereiro, +de 0,50%, dado melhor que o estimado, queda de 3,70% mediana
calculada pelo Termômetro CMA] ajudaram papéis do setor varejista e atrelado
aos resultados de empresas e fazem algumas ações subirem.

Na avaliação de Leonardo Santana, especialista em mercado da Top Gain,
"boa parte da valorização do real e alta da Bolsa é devido à taxa de juros
(Selic)- de 3,5%- que atrai investimento estrangeiro no nosso País", afirma.
Ele acrescenta que a política de estímulos como a do presidente Joe Biden
"anima muito as bolsas, local e norte-americana, além das commodities com
destaque para o minério de ferro, que vem apresentando recordes".

O lucro líquido do Brasil do Brasil (BBAS3) mostrou alta de R$4,9 bilhões
no primeiro trimestre de 2021, um ganho de 44,7% superior aos R$3,4 bilhões
registrados no mesmo período no ano passado. A B3 (B3SA3) reportou lucro
líquido de R$1,26 bilhão no 1T21, 22,5% acima do registrado no igual período
de 2020.

Os papéis da B3 (B3SA3) avançam mais de 5% e do Banco do Brasil (BBAS3)
subiram mais de 2,00%. Os analistas da Terra Investimentos também destacam as
ações da CCR (CCRO3), que aumentaram mais de 9%, após a Andrade Gutierrez
anunciar que decidiu vender participação na empresa, atualmente detém 14,9%.

Soraia Budaibes / Agência CMA

Copyright 2021 - Grupo CMA

content:
afterContent:
sidebar:
Widget: 38:
Widget: 15:

Receba nosso boletim

Widget: 104: