beforeContent_c1:
Widget: 37:

RÚSSIA: Banco central eleva taxa de juros a 5,5% e sinaliza novas altas

Invista agora, com o Monitor Investimentos. Clique aqui e saiba mais!


São Paulo, 11 de junho de 2021 - O banco central da Rússia elevou sua taxa
básica de juros de 5,0% para 5,5%, e disse que novas altas devem ocorrer nos
próximos meses para conter a inflação no país, que está acelerando acima do
previsto, de acordo com comunicado.

"O aumento da pressão inflacionária no contexto de conclusão da
recuperação econômica pode levar a um desvio mais substancial e prolongado da
inflação em relação à meta. Isso cria a necessidade de aumentos adicionais
na taxa básica nas próximas reuniões", diz o banco.

"A inflação está se desenvolvendo acima da previsão do Banco da
Rússia", segundo o comunicado, citando que os indicadores que refletem os
movimentos de preços aumentaram em maio e ultrapassaram substancialmente a meta
do banco de 4%.

"Isso reflete em grande parte o fato de que o crescimento constante da
demanda interna excede a capacidade de expansão da oferta em uma ampla gama de
setores. Nesse contexto, as empresas acham mais fácil transferir custos mais
altos para preços".

Além disso, segundo o banco, a inflação acelerou seguindo o crescimento
dos preços nos mercados globais de commodities, e tendo em conta as
expectativas de inflação elevadas.

Com relação à economia, a recuperação está mais rápida do que o
esperado, de acordo com o BC russo, sustentada pela demanda externa e apoiada
pelo crescimento do consumo e investimentos. "A economia russa se recuperará
aos níveis anteriores à crise logo no segundo trimestre de 2021".

Cristiana Euclydes / Agência CMA

Copyright 2021 - Grupo CMA

content:
afterContent:
sidebar:
Widget: 38:
Widget: 15:

Receba nosso boletim

Widget: 104: