beforeContent_c1:
Widget: 37:

JUROS: Taxas fecham mistas, divididas entre bancos centrais e dólar

Invista agora, com o Monitor Investimentos. Clique aqui e saiba mais!


São Paulo, 14 de junho de 2021 - As taxas dos contratos de juros futuros
(DIs) fecharam em direções divergentes, divididas entre os próximos passos
dos bancos centrais do Brasil e dos Estados Unidos e a queda do dólar.

Enquanto os vencimentos mais longos recuaram discretamente acompanhando a
queda da moeda norte-americana em relação ao real, os vencimentos mais curtos
apresentaram leve alta, com os investidores promovendo ajustes em relação à
expectativa quanto às reuniões de política monetária no Brasil e nos EUA.

Com isso, o DI para janeiro de 2022 encerraram com taxa de 5,330%, de 5,295%
no ajuste anterior
6,980%
janeiro de 2027 tinha taxa de 8,47%, de 8,54%, na mesma comparação. No mercado
de câmbio, o dólar à vista operava em queda de 0,9%, cotado na faixa de R$
5,07.

Ricardo Gozzi / Agência CMA

Copyright 2021 - Grupo CMA

content:
afterContent:
sidebar:
Widget: 15:

Receba nosso boletim

Widget: 104: