beforeContent_c1:
Widget: 37:

IBOVESPA: Bolsa fecha em alta por novo cronograma de vacinação

Invista agora, com o Monitor Investimentos. Clique aqui e saiba mais!


São Paulo, 14 de junho de 2021 - A Bolsa fechou em alta motivada pelo novo
calendário de vacinação contra a covid-19 no estado de São Paulo
apresentado, no final de semana, pelo governador João Doria, o que fez com que
os papéis ligados às empresas de reabertura econômica subissem. O novo
cronograma de imunização indicou que toda a população até 18 anos deve ser
vacinada até dia 15 de setembro.

Em contrapartida, os investidores mantêm cautela sobre as decisões do
Copom e do Federal Reserve, na quarta-feira.

O Ibovespa encerrou pregão com ganho de 0,59%, aos 130.1207,96 pontos. A
máxima no interdiário foi de 130.163,44 pontos. O giro financeiro alcançou R$
28,1 bilhões.

Os analistas da Terra Investimentos comentam que a alta no Ibovespa é
atribuída ao "adiantamento do calendário de vacinação (no estado de São
Paulo), e com destaque para empresas voltadas à reabertura econômica". Eles
comentam também que "os investidores estão aguardando a reunião do
Copom".

O analista sênior, Luiz Henrique Wickert, da plataforma de investimentos
sim
no estado de São Paulo contribuem para a alta alguns papéis. "Ações
ligadas à educação sobem por conta da possibilidade de volta às aulas".

Wickert comenta que o movimento para shopping e varejo foi intenso no fim de
semana, principalmente por causa do dia dos namorados. "O fluxo nos shoppings
seguiu forte e acredito que por isso essas ações ligadas a reabertura
[econômica] estão sendo favorecidas hoje" .

As ações das empresas ligadas a reabertura econômica tiveram alta
expressiva no pregão de hoje. Os destaques são os papéis das empresas de
educação: Cogna (COGN3) e Yduqs (YDUQ3) avançaram mais de 9,00% e mais de
4,00%, respectivamente, e as admniistradoras de shoppings: Multiplan (MULT3) ,
brMalls (BRML3) e Iguatemi (IGTA3), que avançaram mais de 3,00%, mais de 4,00%
e mais de 3,00%, nessa ordem.

Os papéis das companhias aéreas também contribuíram com a alta do
índice, como a Azul (AZUL 4), que valorizaram 1,00% a empresa de turismo CVC
(CVCB3) aceleravam mais de 1% e as varejistas Lojas Americanas (LAME4) tiveram
alta de mais de 1% e Lojas Renner (LRN3) avançaram mais de 3%.

"A principio a expectativa do mercado é que o bc norte-americano deve
reafirmar o ritmo de compras de títulos esta semana, mesmo que entregue
projeções com o aumento das taxas de juros só em 2023", afirma o
estrategista da Genial Investimentos, Filipe Villegas.

Os analistas da Sul América Investimentos acreditam que devem ser
intensificados os debates em relação aos riscos inflacionários e alimentando
o momento exato em que o Federal Reserve começará a reduzir os estímulos.
"O Fed, provavelmente, continuará avaliando o surto inflacionário como
transitório", enfatizam.

Os analistas da Sul América Investimentos afirmam que os investidores devem
olhar com atenção o comunicado da autoridade monetária brasileira.
"Espera-se que o comunicado que acompanha a decisão mude de tom, abrindo
espaço para plena normalização monetária ainda este ano".

Soraia Budaibes / Agência CMA

Copyright 2021 - Grupo CMA

content:
afterContent:
sidebar:
Widget: 15:

Receba nosso boletim

Widget: 104: