beforeContent_c1:
Widget: 37:

REINO UNIDO: País fecha acordo comercial pós-Brexit com Austrália

Invista agora, com o Monitor Investimentos. Clique aqui e saiba mais!


São Paulo, 15 de junho de 2021 - O Reino Unido e a Austrália chegaram a um
acordo de livre-comércio que tornará carros britânicos e whisky escocês,
entre outros produtos, mais baratos para venda, no primeiro grande acordo
comercial concluído desde que os britânicos deixaram a União Europeia (UE).

"O dia de hoje marca um novo amanhecer no relacionamento do Reino Unido com
a Austrália, sustentado por nossa história compartilhada e valores comuns",
disse o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, em comunicado.

"Nosso novo acordo de livre comércio abre oportunidades fantásticas para
empresas e consumidores britânicos, bem como para jovens que desejam ter a
chance de trabalhar e viver no outro lado do mundo", acrescentou ele.

O acordo foi fechado entre Johnson e o primeiro-ministro da Austrália,
Scott Morrison. Sob o pacto, produtos britânicos icônicos como carros, uísque
escocês, biscoitos e cerâmica serão mais baratos para vender na Austrália,
impulsionando as indústrias do Reino Unido que empregam 3,5 milhões de
pessoas.

A relação comercial entre o Reino Unido e a Austrália foi de 13,9
bilhões de libras esterlinas no ano passado e deve crescer com o acordo,
segundo comunicado do governo britânico.

Além disso, os agricultores britânicos serão protegidos por um limite nas
importações sem tarifas por 15 anos, usando cotas tarifárias e outras
salvaguardas. Também estamos apoiando os produtores agrícolas para que
aumentem suas exportações no exterior, inclusive para novos mercados no
Indo-Pacífico.

Segundo o acordo, os britânicos com menos de 35 anos poderão viajar e
trabalhar na Austrália com mais liberdade, abrindo oportunidades empolgantes
para os jovens. O Reino Unido e a Austrália também concordam em intensificar a
cooperação em segurança, mudança climática e ciência e tecnologia.

Um Acordo final de Princípio será publicado nos próximos dias, diz o
comunicado. Por fim, o acordo é um precursor da adesão do Reino Unido ao
Acordo Abrangente e Progressivo para a Parceria Transpacífica (CPTPP, na sigla
em inglês), um pacto de livre-comércio mais abrangente da região
Ásia-Pacífico.

"O acordo com a Austrália também é uma porta de entrada para a região
de rápido crescimento do Indo-Pacífico e vai impulsionar nossa oferta para
ingressar na CPTPP, uma das maiores áreas de livre comércio do mundo, cobrindo
9 trilhões de libras do Produto Interno Bruto (PIB) e 11 nações do Pacífico
da Austrália para México".

Cristiana Euclydes / Agência CMA

Copyright 2021 - Grupo CMA

content:
afterContent:
sidebar:
Widget: 15:

Receba nosso boletim

Widget: 104: