beforeContent_c1:
Widget: 37:

CORONAVIRUS: Infecções são esperadas após vacinação, diz Fauci

Invista agora, com o Monitor Investimentos. Clique aqui e saiba mais!


São Paulo, 22 de julho de 2021 - As vacinas contra o novo coronavírus são
eficientes, mas não impedem as pessoas de se contaminarem, disse o assessor
chefe médico do presidente norte-americano, Joe Biden, e diretor do Instituto
Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos, doutor Anthony
Fauci. Segundo ele, os imunizantes foram desenhados para evitar casos graves de
covid-19 e mortes.

"As pessoas fazem uma confusão sobre as vacinas, achando que as
contaminações entre imunizados mostram que as doses não são eficazes e isso
é um erro. Nenhuma vacina é 100% eficiente e infecções são esperadas após
a vacinação. As vacinas são bem-sucedidas em evitar casos graves de covid-19
e mortes", disse ele em coletiva de imprensa.

Dados apresentados por Fauci mostram que as vacinas da Pfizer e da Moderna
têm eficiência acima de 90% contra casos graves de covid-19 assim como a da
AstraZeneca - ainda não liberada nos Estados Unidos. No caso da dose única
da Johnson & Johnson, a eficácia pode passar de 80%.

"A chance de uma pessoa vacinada se contaminar é baixa, mas ainda assim,
quando isso acontece, geralmente ela fica assintomática ou com sintomas muito
leves. As vacinas estão cumprindo o seu papel", disse Fauci.

A explicação vem em um momento no qual os casos, hospitalizações e
mortes por covid-19 voltam a subir nos Estados Unidos, especialmente em estados
em que a taxa de vacinação é baixa, por conta da variante Delta - detectada
inicialmente na India e cuja capacidade de transmissão é maior.

Carolina Gama / Agência CMA

Copyright 2021 - Grupo CMA

content:
afterContent:
sidebar:
Widget: 15:

Receba nosso boletim

Widget: 104: