beforeContent_c1:
Widget: 37:

Planejamento Tributário 2021: quando e por que as empresas devem preparar o seu?

O final de 2020 se aproxima, um ano conturbado com muitas empresas enfrentando dificuldades por conta da crise agravada pela pandemia, e algumas projeções para o próximo ano já estão sendo feitas.

2021 será um ano de estratégia, o início de uma lenta retomada econômica, o momento em que as empresas poderão aplicar os ensinamentos que um cenário de recessão trouxe e lançar ações para um crescimento sólido a partir de bons resultados.

A consultora tributária e contábil da Escrilex Contabilidade, Valquíria Cardoso, explica "o final do ano é o melhor momento para realizar a análise do ano atual, pontuar as expectativas futuras, e assim, planejar a melhor tributação para o próximo ano, com o objetivo de alavancar o lucro da empresa."

Levando em consideração as situações citadas, chega-se ao ponto crucial para dar a partida rumo a 2021: pense no planejamento tributário da empresa.

E quem acha que somente as grandes empresas devem se preocupar em elaborar um planejamento tributário, está enganado. Independente do porte, Valquíria lembra que " Por meio dele podemos identificar qual a melhor forma da empresa operacionalizar seu negócio, bem como qual será a melhor tributação para seu cenário e proporcionar melhores resultados (lucro) para o negócio."

Mas, afinal, que informações devem ser levantadas e consideradas em um planejamento tributário?

Antes de qualquer ação, é fundamental conhecer todos os impostos que incidem sobre a empresa, de acordo com a atividade, e também as variações que podem ocorrer nas classificações de nível do governo. Segundo dados do IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário), 33 % do faturamento das empresas é destinado ao pagamento de impostos.

A partir disso, o planejamento deve trazer uma análise das diversas categorias de tributos federais, estaduais e municipais, considerando o porte, volume de negócios e o cenário financeiro da empresa, e dessa forma optar pela forma mais apropriada de recolher impostos com menos despesas. A alta carga tributária e a falta de planejamento são um dos fatores que mais contribuem para o revés de qualquer negócio.

"O Brasil é um país que possui uma carga tributária elevadíssima, além de toda a complexidade em relação às legislações tributárias. Sendo assim, o planejamento tributário realizado por um profissional especializado é muito importante para que a empresa não cometa erros na hora de realizar o seu enquadramento tributário, erros esses, que podem elevar ainda mais a carga tributária e trazer por consequência, prejuízos para os negócios."



Website: http://www.escrilex.com.br
content:
afterContent: