beforeContent_c1:
Widget: 53:
Widget: 37:
jack ma china bilionário imagem destaque

Bilionário dono do site Alibaba reaparece depois de quase 3 meses

O bilionário chinês Jack Ma fez sua primeira aparição pública em quase três meses, falando por meio de um link de vídeo em um evento filantrópico, amenizando as especulações sobre sua segurança e paradeiro. As informações são da agência de notícias Dow Jones.

Porta-vozes da Jack Ma Foundation, da qual faz parte a Alibaba, e da Ant Group Co., gigante da tecnologia financeira controlada por Ma, confirmaram uma reportagem da mídia chinesa que dizia que ele fez um discurso para um grupo de professores de escolas rurais.

"Jack Ma participou da cerimônia online do evento anual Rural Teacher Initiative em 20 de janeiro", disse a fundação do bilionário em um comunicado.

As ações listadas em Hong Kong do Alibaba Group Holding Ltd., que Ma co-fundou, saltaram com a notícia e fecharam 8,5% em alta nesta quarta-feira (20)

No evento, Ma discursou para 100 professores da aldeia e recebeu elogios da fundação. A cerimônia geralmente é realizada anualmente em Sanya, uma cidade turística no sul da China, disse Ma no vídeo.

Ma parecia relaxado e disse que não foi capaz de encontrar os professores pessoalmente este ano devido à pandemia do coronavírus. Ele disse que seus compromissos com a educação não mudarão e acrescentou que espera vê-los no futuro.

Outro vídeo embutido no mesmo relatório da mídia chinesa mostrou Ma no que disseram ser uma recente visita a uma escola primária no condado de Tonglu, perto de Hangzhou, onde Ant e sua afiliada Alibaba estão baseados. Não foi especificado quando Ma, que foi mostrado usando um boné preto e uma jaqueta de inverno acolchoada, visitou a escola.

Bilionário estava desaparecido após enfurecer reguladores

Foi a primeira vez que Ma apareceu em público desde 24 de outubro, quando fez um discurso em um fórum financeiro em Xangai que atraiu a ira dos reguladores, que posteriormente começaram a examinar seu império empresarial.

Dias depois de seu ataque às regulamentações financeiras na China, Ma e dois altos executivos do Ant foram convocados por reguladores para uma reunião a portas fechadas. Em 3 de novembro, a Ant foi forçada a cancelar suas ofertas públicas iniciais em Hong Kong e Xangai, que estavam a caminho de levantar mais de US$ 34 bilhões.

A decisão de encerrar o que teria sido a maior oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) do mundo foi tomada pelo presidente chinês Xi Jinping, informou o Journal anteriormente.

As autoridades chinesas posteriormente lançaram uma investigação no Alibaba por supostos comportamentos anticompetitivos em sua plataforma de e-commerce.

Ma tem se mantido discreto desde o discurso em Xangai, gerando especulações sobre seu paradeiro.

Julio Viana / Agência CMA
Copyright 2021 - Grupo CMA
Imagem em destaque: Reprodução

content:
afterContent:
comments:
Widget: 61:
sidebar:
Widget: 24:
Widget: 39:
Widget: 38:
Widget: 15:

Receba nosso boletim

Widget: 58:
Widget: 59: