beforeContent_c1:
Widget: 53:
Widget: 37:
caminhoes destaque noticia piqsels

Caminhoneiros mantêm ameaça de greve em 1º de fevereiro

O Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC) reiterou a intenção de greve dos caminhoneiros no dia 1 de fevereiro "por prazo indeterminado" em caso de "esgotamento das vias administrativas de solução" para os problemas apontados pela categoria.

A CNTRC, que afirma representar cerca de 40 mil caminhoneiros, afirmou que por causa da pandemia de covid-19, vai manter pelo menos 30% da frota circulando para prestar serviços essenciais, "garantindo o abastecimento com prioridade da quota destinada a circulação dos transportes de combustível, medicamentos, insumos hospitalares, cargas vivas, alimentos perecíveis e afins".

Na semana passada, José Roberto Stringasci, presidente da Associação
Nacional de Transporte no Brasil, uma das organizações que integra o CNTRC, disse que para evitar a greve a categoria quer que o Supremo Tribunal Federal (STF) marque uma data para julgar a aplicação da tabela de preço mínimo do frete rodoviário e que a Petrobras abandone a política de equiparação dos preços dos combustíveis no Brasil aos do mercado internacional.

Gustavo Nicoletta / Agência CMA (g.nicoletta@cma.com.br)
Copyright 2021 - Grupo CMA
*Imagem em destaque: Piqsels.com


content:
afterContent:
comments:
Widget: 61:
sidebar:
Widget: 24:
Widget: 39:
Widget: 38:
Widget: 15:

Receba nosso boletim

Widget: 58:
Widget: 59: