beforeContent_c1:
Widget: 53:
Widget: 37:
ambev imagem destaque wikimedia commons

BofA reduz preço-alvo e recomenda venda de ações da Ambev

O Bank of America (BofA) reduziu o preço-alvo de ações da Ambev de R$ 15 para R$ 14 e reiterou a recomendação de venda ao avaliar que a empresa reportará resultados mais fracos do que esperado no primeiro trimestre deste ano.

Para os analistas Isabella Simonato e Guilherme Palhares os lucros devem crescer na comparação com o primeiro trimestre de 2020, que marcou o início da pandemia de covid-19 e uma série de restrições no Brasil e no mundo. No entanto, os altos custos das commodities e o real mais fraco devem continuar pressionando as margens da empresa. 

"Estimamos uma receita líquida consolidada de R$ 15,5 bilhões, uma alta de 22,9% ao ano e um ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) 18% maior na comparação anual", disseram os analistas. 

Os analistas também ressaltam que o volume de cerveja deve crescer 12,5% no Brasil nesse primeiro trimestre, na comparação com o mesmo período do ano passado, em que o mês de março foi o pior para a empresa, que registrou uma redução de volume de 29%. 

"A receita líquida deve crescer 19,2% na comparação anual. No entanto, a margem ebitda deve ficar em 29,5%, dados os custos mais elevados e o pior mix", disseram.

 

Bruno Soares / Agência CMA
Copyright 2021 - Grupo CMA
Imagem em destaque: 

content:
afterContent:
comments:
Widget: 61:
sidebar:
Widget: 24:

ABEV3 - ON - Ambev

CNPJ: 07.526.557/0001-00
  • Preço: R$ 15,85
  • Vari.mês: 3,79%
  • Preço médio: R$ 15,83
Widget: 39:
Widget: 38:
Widget: 15:

Receba nosso boletim

Widget: 58:
Widget: 59: