beforeContent_c1:
Widget: 53:
Widget: 37:
paulo guedes imagem destaque Wilson Dias/Agência Brasil

Guedes quer dólar a R$ 4,50; BTG diz que pode chegar a R$ 6,40

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quinta-feira (7), que taxa de câmbio de equilíbrio deve estar girando atualmente em torno de R$ 4,50, mas que "provavelmente passou do ponto". 

O ministro tem a expectativa de que é que a moeda brasileira valorize à medida que o país prossiga com as reformas estruturais e vacinação. 

A expectativa do ministro é discrepante da visão do mercado. Enquanto Itaú e XP projetam a moeda americana negociada a R$ 5,30 até o fim do ano, o BTG Pactual diz que pode chegar a R$ 6,40.

Segundo o banco de investimentos, a taxa de R$ 6,40 seria alcançada num cenário em que o custo fiscal adicional para financiar gastos de combate à pandemia ficasse entre R$ 200 bilhões e R$ 300 bilhões, mas no cenário-base do BTG, o dólar deve fechar o ano em R$ 5,40. 

Anteriormente, essa previsão era de R$ 5,21, mas o agravemento da pandemia do coronavírus, os maiores riscos fiscais e a percepção de maior intervencionismo na economia — desencadeada pela interferência do governo federal na troca da presidencia da Petrobras — fizeram com que esse valor aumentasse. 

Em nota, o BTG afirmou que o principal risco negativo para o cenário de câmbio é uma sinalização de deterioração adicional das contas públicas do país. “Portanto, enquanto a pandemia não for controlada e a incerteza permanecer elevada, é possível que a taxa de câmbio alcance patamares ainda mais depreciados antes de iniciar trajetória de apreciação sugerida pelos fundamentos", afirmou o banco. 

*Imagem em destaque: Wilson Dias/Agência Brasil

content:
afterContent:
comments:
Widget: 61:
sidebar:
Widget: 24:
Widget: 39:
Widget: 38:
Widget: 15:

Receba nosso boletim

Widget: 58:
Widget: 59: