beforeContent_c1:
Widget: 37:
jbs imagem destaque wikimedia commons

BofA reitera compra da JBS por menor exposição a La Nina

Invista agora, com o Monitor Investimentos. Clique aqui e saiba mais!

O Bank of America (BofA) aponta que o risco crescente do La Nina, segundo previsões de instituições de meteorologia, pode aumentar os custos dos insumos e afetar os rendimentos das companhias de proteínas, com menor exposição da JBS em relação a BRF, devido a possíveis impactos do fenômeno climático na produção, especialmente no Brasil. 

Com isso, os analistas do banco reiteram a recomendação de compra dos papéis da JBS e neutra para BRF, Marfrig e Minerva. 

"Em proteínas, a BRF é a mais exposta entre as empresas da nossa cobertura, visto que quase toda a sua produção é integrada e ocorre no Brasil. Embora esperemos que os preços das safras sejam mais baixos em base anual, podemos ver os preços das aves sustentados. Por outro lado, 2022 deve registrar uma melhora no ciclo do gado e a proteção proporcionada pelos preços da carne bovina pode diminuir", disseram Isabella Simonato e Guilherme Palhares, em relatório.

Às 15h46 (horário de Brasília), as ações da Marfrig (MRFG3) e JBS (JBSS3) subiam 0,69% e 0,41%, a R$18,96 e R$28,74 e lideravam os ganhos em dia de queda do Ibovespa. 

 

Cynara Escobar / Agência CMA
Copyright 2021 - Grupo CMA
Imagem em destaque: Wikimedia Commons

content:
afterContent:
comments:
Widget: 61:
sidebar:
Widget: 24:

JBSS3 - ON - JBS

CNPJ: 02.916.265/0001-60
  • Preço: R$ 37,17
  • Vari.mês: 0,67%
  • Preço médio: R$ 37,08
Widget: 39:
Widget: 15:

Receba nosso boletim

Widget: 104: