ccr imagem destaque wikimedia commons

CCR registra prejuízo de R$ 44 mi no segundo tri de 2021

A Companhia de Concessões Rodoviárias (CCR) reportou prejuízo líquido de R$ 44 milhões no segundo trimestre de 2021. No mesmo período do ano passado, o prejuízo líquido foi de R$ 142,1 milhões. O lucro líquido mesma base, que exclui novos negócios, foi de R$ 294,4 milhões.

A receita líquida atingiu R$ 1,767 bilhões no trimestre, alta de 31,7% na base anual. A receita líquida mesma base, por sua vez, subiu 30,4% no período e somou R$ 1,767 bilhões. 

O ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado totalizou R$ 1,411 bilhão no segundo trimestre, 65,4% maior que o visto no mesmo período do ano anterior. O ebtida ajustado mesma base alcançou R$ 1,397 bilhão no período, alta de 63,7% na base anual. 

O tráfego consolidado de veículos equivalentes nas rodovias administradas pela CCR subiu 33,7% no trimestre em relação ao mesmo período do ano passado, para 264,9 milhões de veículos pagantes. No período, a tarifa média ficou em R$ 6,20 nas rodovias, queda de 12,1% ante igual período de 2020. 

Veículo equivalente pagante é uma unidade básica de referência em estatísticas de cobrança de pedágio no mercado brasileiro. Veículos leves, como automóveis, correspondem a uma unidade equivalente, enquanto veículos pesados, como caminhões e ônibus, são convertidos em veículos equivalentes baseado no número de eixos. 

Ao final do trimestre, a dívida líquida da CCR era de R$ 14,3 bilhões. A alavancagem, medida pela relação dívida líquida por ebitda ajustado operacional, encerrou o período em 2,3 vezes. 

 

Bruno Soares / Agência CMA
Copyright 2021 - Grupo CMA
Imagem em destaque: Wikimedia Commons

Widget: 15:

Receba nosso boletim

Receba nosso boletim: