beforeContent_c1:
Widget: 37:
meliuz cartao destaque divulgação

Ação de novata na Bolsa salta 50% em uma semana; entenda

Invista agora, com o Monitor Investimentos. Clique aqui e saiba mais!

A sequência de altas das ações da Méliuz (CASH3) chamou a atenção do mercado financeiro. Os papéis subiram 50% nos últimos sete dias e, nesta quarta-feira (15/9), tiveram um volume de negociação muito acima da média. No fim do pregão, as ações CASH3 estavam custando R$ 7,78.

As ações CASH3 ficaram mais acessíveis desde o fim do mês passado, quando a companhia fez um desdobramento de 1 para 6. Ou seja: quem tinha uma ação passou a ter seis, barateando o papel.

Atualmente na casa dos R$ 7,70, as ações da Méliuz têm preço-alvo de R$ 10, de acordo com a área de research do BTG Pactual, e R$ 8, de acordo com a XP. Ambos recomendam a compra dos papéis.

O que chama a atenção é que o número de apostas nas quedas das ações havia aumentado muito na última semana.

O gráfico abaixo, como o número de ações alugadas passou de cerca de 25 milhões, no início do mês passado, para 82 milhões no último dia 8 (dado mais recente). Quem aluga ações é para vende-las a descoberto, acreditando que elas vão cair num futuro próximo.

aluguel meliuz 16-9-21
Imagem: Tradehunter

 

Só que os preços não caíram e a aposta na queda pode ter resultado numa alta ainda maior. Nesta quarta, o pregão começou com muitos investidores vendendo os ativos. No entanto, às 15h20 e 15h25, o volume de negociações do papel atingiu R$ 9 milhões, muito acima dos picos registrados nos dias anteriores, como R$ 3,6 milhões e R$ 2,5 milhões.

O aumento significativo no volume, com maior pressão compradora, pode significar que quem tinha grandes posições a descoberto teve que recomprar tudo de uma vez para não ficar no prejuízo, já que o preço continuou a subir.

Para o estrategista chefe da Wise Investimentos, Thiago Raymon, o aumento do número de recomendações de bancos e casas de análise fez também com que as instituições financeiras distribuam mais os ativos para seus clientes. Com isso, aumentou a força compradora do mercado em relação ao papel.

O estrategista Eduardo Marzbanian, ao fazer a análise gráfica das ações CASH3 em vídeo especial para o Monitor do Mercado, aponta que, após as recentes altas, o papel está muito distante do seu último ponto de defesa, que está em R$ 5,52. Assim, levando em conta o preço-alvo de R$ 10, o potencial de ganho para quem compra as ações agora é de aproximadamente 28%, enquanto o potencial de perda (diferença entre o valor atual e a última defesa) é de 33%. Em resumo: o risco ficou muito alto, para o retorno possível.

Veja o vídeo com a análise completa:

*Imagem: Divulgação

content:
afterContent:
comments:
Widget: 61:
sidebar:
Widget: 24:

CASH3 - ON - MELIUZ

CNPJ: 14.110.585/0001-07
  • Preço: R$ 2,61
  • Vari.mês: -11,37%
  • Preço médio: R$ 2,67
Widget: 39:
Widget: 15:

Receba nosso boletim

Widget: 104: