beforeContent_c1:
Widget: 37:
construção piqsels destaque

Depois de quatro anos, construtora PDG sai da recuperação

Invista agora, com o Monitor Investimentos. Clique aqui e saiba mais!

Depois de quase quatro anos, a construtora PDG (PDGR3) conseguiu sair da recuperação judicial. Em decisão desta quarta-feira (13/10), o juiz João de Oliveira Rodrigues Filho declarou o encerramento do processo de recuperação.

De acordo com o juiz, sair do processo de recuperação judicial ajudará a empresa a cumprir seu plano para pagamento de credores, pois com isso conseguirá melhorar sua reputação “para obtenção de crédito e da confiança dos seus parceiros comerciais”.

Apesar do encerramento da recuperação judicial, as condições de pagamento previstas no plano de recuperação seguem válidas.

Assim, a PDG Realtya deverá ter liberdade para acessar novas linhas de crédito sem comprometê-las com as dívidas adquiridas antes de ter entrado em recuperação, em 2017.

Atualmente negociadas a R$ 1,65, as ações PDGR3 tiveram uma queda de mais de 75% nos últimos quatro meses. Neste ano, os papéis tiveram um pico de valorização em fevereiro, quando chegaram a custar R$ 8,19.

Nesta quarta, tiveram um pico de valorização de 13% nas primeiras horas do pregão, mas nesta quinta (14/10), já registram queda de cerca de 2%.

Na reta final da recuperação, no dia 8 de abril, a PDG passou por uma operação que chama a atenção: seu ex-CEO (diretor presidente) Vladimir Kundert Ranevsky comprou, através de um fundo, 56% da empresa, tornando-se seu acionista majoritário.

Imagem: Piqsels.com

content:
afterContent:
comments:
Widget: 61:
sidebar:
Widget: 24:
  • Preço: R$ 2,82
  • Vari.mês: 80,12%
  • Preço médio: R$ 3,01
Widget: 39:
Widget: 15:

Receba nosso boletim

Widget: 104: