beforeContent_c1:
Widget: 37:
UE covid-19 Piqsels

OMS diz que UE pode chegar a 2 milhões de mortos por covid-19 até março

Invista agora, com o Monitor Investimentos. Clique aqui e saiba mais!

Os países europeus permanecem mergulhados na pandemia de covid-19, e as mortes provocadas pela doença podem chegar a 2 milhões na região até março do ano que vem, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), em comunicado.

"As projeções para o número de mortes é que se atinja mais de 2,2 milhões de vítimas até a primavera [local] do próximo ano, com base nas tendências atuais", diz a nota.

Na semana passada, as mortes registradas pelo vírus aumentaram para perto de 4.200 por dia, o dobro do registrado no final de setembro, e o número de fatalidades decorrentes de covid-19 passaram da marca de 1,5 milhão para os 53 países da União Europeia (UE), segundo a OMS.

A organização espera que haja uma alta demanda por leitos hospitalares em 25 países, assim como grande procura por unidades de terapia intensiva (UTIs) em 49 dos 53 países entre agora e o início de março de 2022.

"Para conviver com o vírus e continuar nossas rotinas, precisamos fazer uma abordagem de nos vacinarmos mais. Isso significa tomar as duas doses regulares, uma extra se oferecida, bem como incorporar medidas preventivas em nosso dia a dia", disse o diretor regional da OMS para a Europa, Hans Henri P. Kluge.

"Juntos, usando máscara, lavando as mãos, em locais abertos com ventilação e mantendo distância física são maneiras simples e eficazes de controlar o vírus e manter a sociedade funcionando. Todos nós termos a oportunidade de ajudar a evitar tragédias e perdas desnecessárias, e limitar mais perturbações para a sociedade e as empresas nesta temporada de inverno [local]", acrescentou Klunge.

Segundo a OMS, entre os fatores para a alta transmissão de covid-19 na UE está a propagação da variante Delta, altamente transmissível. Além disso, nos últimos meses muitos países aliviaram medidas como o uso de máscaras e o distanciamento social em espaços confinados. Por fim, com um grande número de pessoas ainda não vacinadas, muitas pessoas ficaram vulneráveis ao vírus.

Assim, para reduzir a transmissão, a OMS recomenda a vacinação de mais pessoas. "As vacinas contra a covid-19 são uma ferramenta vital para prevenir casos graves e mortes", diz a nota. Mais de um bilhão de doses foram aplicadas na região europeia da OMS, com 53,5% das pessoas com a vacinação completa. Porém, esse dado esconde grandes diferenças entre os países, onde a diferença pode variar entre 10% e 80% do total da população.

Darlan Azevedo / Agência CMA
Edição: Cristiana Euclydes
Copyright 2021 - Grupo CMA
Imagem: Piqsels.com

content:
afterContent:
sidebar:
Widget: 24:
Widget: 39:
Widget: 15:

Receba nosso boletim

Widget: 104: