beforeContent_c1:
Widget: 37:

Taxas abrem em leve alta, seguindo incertezas no mercado externo

As taxas dos contratos futuros de Depósitos Interfinanceiros (DI) abriram em leve alta nesta sexta-feira (14), seguindo dados do mercado externo, com bolsas em alta, e dados do varejo do varejo um pouco acima das expectativas.

Para Bruno Komura, analista da Ouro Preto investimentos, apesar do dado positivo no varejo, que registrou + 0,6% na passagem de outubro para novembro de 2021, o número não surpreende muito.

"Essa tendência já vinha desde a Black Friday. Isso acaba não mudando a perspectiva quanto a inflação e não tira prêmio de risco da curva, pressionada pelo cenário fiscal", diz.

Komura, entretanto, acredita que começaremos a ter boas notícias quanto a inflação e juros. "Ano passado só víamos revisão para cima e daqui a pouco devemos começar a ver revisões para baixo, apesar das eleições, com bastante incerteza", afirma.

Por volta das 10h30 (horário de Brasília), o DI para janeiro de 2023 tinha taxa de 11,915% de 11,915% do ajuste anterior e o DI para janeiro de 2024 projetava taxa de 11,615% de 11,565%. O DI para janeiro de 2025 ia a 11,210% de 11,195% do ajuste anterior e o DI para janeiro de 2027 projetava taxa de 11,150% de 11,120%. No mercado de câmbio o dólar operava em leve alta, cotado a R$ 5,5390 para venda.

Pedro de Carvalho / Agência CMA
Copyright 2022 - Grupo CMA
Imagem: piqsels.com

content:
afterContent:
sidebar:
Widget: 24:
Widget: 39:
Widget: 15:

Receba nosso boletim

Widget: 104: