beforeContent_c1:
Widget: 37:

Caixa sai em defesa de seu fundo imobiliário, após vê-lo despencar 25%

Em suas primeiras semanas na Bolsa, o fundo imobiliário Caixa Agências (CXAG11), teve queda de 25% em seu valor. O banco nega que tenha prejudicado seus correntistas e atribui a queda ao volume baixos de negociações no começo do ano.

O FII, que encerrou sua oferta de R$ 103,70 por cota em 30 de dezembro, abriga 32 imóveis, onde estão localizadas agências caixas (em MG, RS, SP e RJ). Ou seja, a Caixa vendeu seus imóveis ao fundo e agora passa a alugar esses espaços.

O contrato entre a Caixa e a agência é atípico, e tem durabilidade de 120 meses.

A questão da queda foi a avaliação negativa desses imóveis. Das 32 propriedades do fundo, 23 foram consideradas de liquidez "média/baixa" – mais de 70% do fundo. Esse número preocupa investidores, já que, caso os contratos com a Caixa não sejam renovados em 120 meses, levaria entre 1 ano e 2 anos para vendê-los ou alugá-los.

A Caixa entende que o fundo tem uma rentabilidade futura e promete continuar alugando esses espaços pelos próximos 10 anos.

Ainda, de acordo com o banco, o CXAG11 tem taxa de retorno de 7,6% ao ano, sendo mais atrativo do que os CDBs, já que é isento de imposto de renda.

Às 15h desta sexta-feira (14/1), o fundo estava sendo cotado a R$ 82, 21% abaixo do valor pago pelos cotistas.

Imagem: Marcos Santos/USP Imagens

content:
afterContent:
comments:
Widget: 61:

Tags

sidebar:
Widget: 24:

CXSE3 - ON - CAIXA SEGURI

CNPJ: 22.543.331/0001-00
  • Preço: R$ 8,07
  • Vari.mês: -3,35%
  • Preço médio: R$ 8,15
Widget: 39:
Widget: 15:

Receba nosso boletim

Widget: 104: