Petroleiros prometem fazer “maior greve da história”

O coordenador-geral da Federação Única dos Petroleiros (FUP), Deyvid Bacelar, afirmou que, caso a privatização da Petrobras (#PETR3; #PETR4) avance, os petroleiros entrarão imediatamente em greve. 

Será “a maior greve da história da categoria”, escreveu Bacelar, em sua conta no Twitter.

A fala é uma reação dos petroleiros às recentes declarações de Bolsonaro contra a estatal e do novo ministro de Minas e Energia, Aldolfo Sachsida, que disse que a privatização da petroleira será prioridade de sua gestão.

Sachsida também já declarou que encomendará um estudo sobre a privatização da Petrobras. 

Porém, mesmo com os comentários do Executivo, a avaliação do governo e do próprio setor petrolífero é que há forte resistência do Congresso, especialmente do Senado, em tratar sobre o tema neste momento, principalmente por ser ano eleitoral.

Vale notar que, no último ano, as ações da Petrobras valorizaram 37,21%, subindo mais de R$ 9.

Veja os tweets de Bacelar:

 

Imagem:  Geraldo Falcão/Agência Brasil 

Widget: 15:

Receba nosso boletim

Receba nosso boletim: