beforeContent_c1:
Widget: 37:

Editora Três, dona da IstoÉ, pede para entrar em recuperação judicial de novo

Invista agora, com o Monitor Investimentos. Clique aqui e saiba mais!

A Editora Três, dona da revista IstoÉ, entre outros títulos, pediu para entrar novamente em recuperação judicial. O pedido chegou ao Tribunal de Justiça de São Paulo nesta sexta-feira (24/3).

A empresa já havia entrado em recuperação em 2008 e saiu, a princípio, recuperada, em 2016.

capa istoe - mourao - reprodução
Capa da IstoÉ, edição de 3 de abril
Reprodução

Agora, cita a recessão econômica causada pela pandemia de coronavírus para afirmar que a publicidade está sumindo das páginas das revistas e o acesso a crédito tem sido muito restrito, o que levou a editora a assumir altos custos para manter seu funcionamento.

E lista como novidade a ser enfrentada a “tomada de espaço da mídia digital em detrimento da impressa”.

O “mais difícil e inevitável desafio”, diz o pedido, é compor a “exata readequação do próprio modelo de negócio, que obriga a revisão das tradicionais plataformas impressas p ara as pujantes plataformas digitais e, sobretudo, a melhor forma de monetizar adequadamente o crescimento exponencial da audiência digital com o elevado custo de produção”.

No pedido, a Editora Três cita o exemplo de duas empresas americanas para comprovar que é possível, sim, pedir a proteção judicial para renegociar suas dívidas mais de uma vez.

A peça argumenta ainda que é urgente para o país manter as revistas do grupo em circulação: “Nunca essa responsabilidade institucional e, por que não dizer, patriótica, da defesa incondicional da democracia, foi tão importante para o Brasil , que tem vivido nos últ imos anos um viés de radicalização – tanto à esquerda, quanto à direita – que coloca em perigoso r isco a manutenção dos direitos constitucionais dos cidadãos brasileiros, entre eles os de imprensa livre e independente.”

content:
afterContent:
comments:
Widget: 61:
sidebar:
Widget: 24:
Widget: 39:
Widget: 15:

Receba nosso boletim

Widget: 104: