beforeContent_c1:
Widget: 53:
Widget: 37:

João Fortes: Justiça do RJ aceita processar pedido de recuperação da João Fortes

Foto: Unsplash

A Justiça do Rio de Janeiro aceitou julgar o pedido de recuperação judicial da João Fortes Engenharia. O caso corre na 4ª Vara Empresarial da capital fluminense.

Segundo a companhia, que anunciou a decisão nesta terça-feira (10/5), a recuperação “é a melhor alternativa para superar a crise financeira atual”, uma vez que cria um ambiente seguro para renegociar com credores e fazer mudanças operacionais.

O pedido teve impacto negativo no valor das ações (JFEN3). Os papéis, que valiam R$ 3,07 no dia eu que foi anunciado o pedido de recuperação, no fim de abril, hoje, são vendidas a R$ 2,34.

Ao pedir para entrar em recuperação, a empresa alegou que a crise impulsionada pelo coronavírus "potencializa o futuro incerto do setor imobiliário".

A pandemia da Covid-19, diz a João Fortes, aumentará o desemprego e diminuirá a renda dos consumidores, gerando queda nas vendas de novas unidades.

“Com equacionamento das dívidas e a reorganização da empresa, espera-se superar esse cenário adverso com a continuidade das obras e a consequente entrega dos imóveis aos seus adquirentes”, afirma.

No mercado, diz-se que o setor imobiliário é o primeiro a sentir e o último a sair de uma crise.

Nos fundos de investimento imobiliário (FIIs), que captam de investidores para aplicar em empreendimentos e empresas do setor, a desvalorização atingiu todos os segmentos.

Veja aqui o rendimento dos FIIs por segmente e quais tiveram o melhor rendimento em 2020.

content:
afterContent:
comments:
Widget: 61:
sidebar:
Widget: 24:

JFEN3 - João Fortes

CNPJ: 33.035.536/0001-00
Widget: 39:
Widget: 58:
Widget: 38:
Widget: 15:

Receba nosso boletim

Widget: 59: