beforeContent_c1:
Widget: 53:
Widget: 37:
ponto frio w3ikimedia commons destaque noticia

Dona das redes Casas Bahia e Ponto Frio despenca na Bolsa

Ter sua compra recomendada por BTG, XP, Guide, Banco Safra e Itaú não levou as ações da gigante varejista Via Varejo a bons resultados neste ano. Os papéis caíram cerca de 10% desde o primeiro pregão de 2021, enquanto o Ibovespa subiu 1,14%.

A maior rede varejista de eletroeletrônicos e móveis do país do país, dona das marcas Casas Bahia e Ponto Frio, tem o segundo pior desempenho entre as 81 ações que compõem o índice, que é o principal indicador do mercado brasileiro.

Não se pode dizer que essa queda seja algo setorial uma vez que outros grandes varejistas, como o Magazine Luiza, Carrefour, Pão de Açúcar e Renner viram o ter desepenho bem acima da Via Varejo.

via varejo gráfico

 

Itaú, Safra, XP, Guide e BTG recomendam a compra dos papéis VVAR3 com o preço-alvo bem acima dos atuais R$ 14,33 (veja abaixo). No caso da XP, a ação está inclusive listada na carteira recomendada como de melhor performance, intitulada "Top 10".

De acordo com o relatório de Estratégia de Ações do Banco Itaú, publicado em novembro de 2020, apesar de a Via Varejo ter mostrado uma força significativa durante a pandemia do coronavírus, um dos riscos de investir na companhia é a sua demora para entrar de vez no digital.

A própria empresa lista entre os fatores de risco para o seu negócio a impossibilidade de impedir novas fraudes contábeis e irregularidades, como as identificadas em 2020.

No ano passado, a Via Varejo teve que ajustar as contas referentes a 2019 em R$ 1,19 bilhão, decorrentes de fraude, erros e mudança que só foram identificados após uma investigação interna. As investigações só tiveram início após denúncias anônimas terem sido feitas à companhia.

Aos seus acionistas, a empresa diz diz: "Não podemos garantir que não seremos afetados por irregularidades ou erros contábeis no futuro, bem como nossos procedimentos de compliance e controles internos podem não ser suficientes ou, com o passar do tempo, podem se tornar insuficientes, para evitar ou detectar todas as condutas impróprias,  irregularidades, ou  violações  de  leis  aplicáveis  por parte de nossos colaboradores e membros de nossa administração, o que pode gerar um efeito adverso relevante sobre nossos negócios".

Confira abaixo o preço-alvo recomendado para as açõs da Via Varejo, hoje negociadas por R$ 14,33:

XP Investimentos — R$ 28

Safra — R$ 27

Guide — R$ 23

BTG Pactual — R$ 21

Itaú — R$ 21

*Imagem em destaque: Wikimedia Commons

content:
afterContent:
comments:
Widget: 61:
sidebar:
Widget: 24:

VVAR3 - ON - Via Varejo

CNPJ: 33.041.260/0652-90
  • Preço: R$ 12,03
  • Vari.mês: 2,02%
  • Preço médio: R$ 11,99
Widget: 39:
Widget: 38:
Widget: 15:

Receba nosso boletim

Widget: 58:
Widget: 59: